19 de setembro de 2014

Resenha #23 - Dragões de Éter: Caçadores de Bruxas

Autor: Raphael Draccon
Páginas: 440
Editora: Leya Brasil

Sinopse: Nova Ether é um mundo protegido por poderosos avatares em forma de fadas-amazonas. Um dia, porém, cansadas das falhas dos seres racionais, algumas delas se voltam contra as antigas raças. E assim nasce a Era Antiga. Essa influência e esse temor sobre a humanidade só têm fim quando Primo Branford, o filho de um moleiro, reúne o que são hoje os heróis mais conhecidos do mundo e lidera a histórica e violenta Caçada de Bruxas. Primo Branford é hoje o Rei de Arzallum, e por 20 anos saboreia, satisfeito, a Paz. Nos últimos anos, entretanto, coisas estranhas começam a acontecer... Uma menina vê a própria avó ser devorada por um lobo marcado com magia negra. Dois irmãos comem estilhaços de vidro como se fossem passas silvestres e bebem água barrenta como se fosse suco, envolvidos pela magia escura de uma antiga bruxa canibal. O navio do mercenário mais sanguinário do mundo, o mesmo que acreditavam já estar morto e esquecido, retorna dos mares com um obscuro e ainda pior sucessor. E duas sociedades criminosas entram em guerra, dando início a uma intriga que irá mexer em profundos e tristes mistérios da família real. E mudará o mundo.

Fascinante a maneira como o autor narra a história. O Raphael tem uma escrita surpreendente. Fiquei em êxtase por ele trazer personagens das mais famosas fábulas infantis de volta a vida e dar um sentido muito mais amplo as suas histórias.
Você já imaginou poder ler algo onde João (João e Maria) é o melhor amigo da Chapeuzinho Vermelho? Onde o pior dos piratas, o Gancho, tem um herdeiro que é muito mais malvado? Pois Dragões de Éter - Caçadores de Bruxas é tudo isso e muito mais!
Amei o encontro de Ariane com seu herói. Quase chorei! Fiquei lendo e relendo o mesmo trecho por horas. E quando ela tem a sua iniciação, que todas as verdades são reveladas e o seu desprendimento em enfrentar a morte por causa de um amor puro. Nossa! Tudo isso me fez amar ainda mais essa menina.
Quando você acha que a história está tomando rumo para o final, o autor surge com uma novidade e te enreda, te prende mais ainda no livro. Além disso, bem lá no finalzinho das páginas, tem um conto que me deixou de queixo caído. O final foi maravilhoso. Não canso de elogiar!
Em momento algum consegui descobrir o que vinha a seguir. Com outros autores, as vezes, chegamos na metade da leitura e já sabe-se o final. Com o Draccon não é assim! A cada página virada é uma surpresa a mais. Só tenho uma palavra para esse livro: MARAVILHOSO! Sim, assim em letras maiúsculas, pois menos não poderia ser!

Quotes:

"E um lobo lhe devorou a avó." P. 8;

"Eles estavam falando de mais do que isso. Estavam falando de uma maldita bruxa." P. 36;

"Oito horas da noite. Alto-mar. Um sombrio navio pirata." P. 62;

"Tratava-se de um príncipe de cabelos claros e lábios finos, quase imberbe, estatura mediana, braços trabalhados em horas de treinamento excessivo com os profissionais de pugilismo do Reino e um rosto - diziam as plebeias - 'de bebê'." P. 87;

"Na verdade, há tempos aquilo estava acontecendo: O clérigo sentia uma energia negativa na egrégora local, sugerindo que algo muito ruim ainda iria acontecer." P. 221;

"Eu Ariane Narim, me apresento diante das Semideusas e prometo aceitar e seguir tudo que me foi ensinado. Juro... assim... nunca fazer mal com o que aprender, nem fazer uso de forças negativas, nem dedar para outras pessoas os segredos que aprenderei e... prometo seguir a lei do amor a todos os seres vivos, por inteiro. Ah, e que assim seja!" P. 345.

2 comentários:

  1. Amei a resenha, o livro parece ser muito legal, principalmente por ser baseado em fábulas e outras histórias da infância.

    Beijoos
    Marlon - http://viva1livro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marlon. Sim, o livro tem personagens de fábulas e contos de fadas, que se misturam, mas cria outras histórias além de modificar as originais um pouquinho. Sou simplesmente apaixonada pela escrita do Raphael. Amo, amo, amo!!! Obrigada pela visita.

      Bjoks da Gica.

      Excluir