26 de janeiro de 2015

Resenha #46 - A Escalada de Eva


Olá pessoal. Como estão? Hoje trago para vocês a quinta resenha da maratona literária #EuTôDeFérias. Quero avisar também que de hoje até o final deste mês haverá pelo menos uma postagem de resenha por dia. Espero vocês em todas elas, ok!?!?!

Autora: Elaine Elesbão
Páginas: 284
Editora: Ísis

Sinopse: Há uma década a vida de Eva Fiore foi marcada por uma tragédia – a perda do seu grande e único amor. Na esperança de esquecer o passado, ela se reinventa tornando-se uma profissional bem-sucedida que é admirada por ter assumido com muita competência o escritório de advocacia da família.
Essa mulher atraente e talentosa nunca mais conseguiu se relacionar emocionalmente com alguém, e nenhum dos inúmeros homens que ficam caídos aos seus pés foi capaz de despertar os seus sentimentos ou ressuscitar o seu prazer.
No dia em que a maior tragédia da sua vida completa dez anos, Eva, inesperadamente, depara-se com um homem exatamente igual ao seu antigo amor. Será um devaneio? Um delírio? Uma alucinação?
O que Eva ainda não sabe é que o passado e o presente estão entrelaçados e, na tentativa de descobrir como um homem pode possuir o mesmo rosto de outro, acaba deixando-se envolver. Apaixona-se e cai nos braços do ardente e irresistível Thomas Valente, um médico temperamental e sedutor que cheira a encrenca e a sexo.
O tórrido romance, repleto de desejo e segredos, vivido por Eva e Thomas os transforma completamente e faz com que as suas vidas sofram uma enorme reviravolta.
Emocione-se com As Duas Faces de Uma História, o primeiro livro da trilogia A Escalada de Eva, que promete acelerar o seu coração e mexer com a sua libido.

Ganhei esse livro em um sorteio no blog da Dani, Livros, A Janela da Imaginação. Não faz muito tempo que ele chegou aqui em casa, então ele não é oficialmente um encalhado. Mas por ser um romance (gênero que não é muito o meu forte) provavelmente ficaria um certo tempo a mais na estante. Por isso ele foi o escolhido para ser a quinta leitura da Maratona Literária #EuTôDeFérias.

"Pensei que fosse enlouquecer quando tudo aconteceu, mas não mais agora. Hoje sei lidar com a dor, com a saudade, até com a perda, com os sonhos, com os pesadelos, mas jamais pensei que começaria a delirar. Só pode ser a data, dez anos de perda, céus!" P. 18;

Eva cresceu rodeada pelos filhos do vizinho, mas um era seu amigo inseparável: Nicolas. Na adolescência essa amizade se transformou em amor. Ninguém dava a mínima atenção, pois achavam que esse amor todo era fogo de palha. Realmente essa fase passou. Na verdade ela evoluiu para um noivado e para morar juntos. Até que em uma saída de Nicolas para comprar sorvete, é atropelado e acaba falecendo.

"Não me casei e nunca mais assumi um namoro. Tenho apenas alguns divertimentos ocasionais, com homens que não são nem a sombra daquele que um dia tive." P. 14;

Agora, passado 10 anos da tragédia, Eva é uma grande advogada que comanda com pulso firme os negócios do pai. Porém nunca mais conseguiu encontrar um homem que lhe provocasse sentimentos como os que tinha por Nicolas. Ela não consegue se sentir viva, esta caiu em um verdadeiro precipício.

"Estava calor, queríamos sorvete, não tinha. O Nicolas saiu para comprar e nunca mais voltou." P. 15;

Um dia a caminho de uma reunião encontra um homem com o mesmo rosto de seu noivo. Será possível ou sua mente estará lhe pregando peças? Thomas é um médico pediatra, charmoso e impossível de não amar. Mas qual o motivo dele ser tão parecido com Nicolas? Qual o motivo dele ter aparecido em sua vida agora?

"-Eu me sinto feliz em satisfazê-lo de todas as formas sempre. Quando lhe agrado, a retribuição que recebo é o bem-estar que sinto, porque me faz bem fazer bem a você, só isso." P. 223.

O livro responde a todos esses questionamentos e nos deixa a cada página mais apaixonadas pelo casal. No final eu fiquei implorando para ter os outros dois volumes em mãos. Cheguei a ficar com a respiração pressa pedindo para que o livro não tivesse acabado justo ali.
A obra é cheia de cenas hots, mas não são explícitas e não contêm a tal da deusa interior. Podem ficar tranquilos.
A diagramação está linda e a capa, apesar de simples, tem tudo haver com a história. As páginas são amarelas e as letras e espaçamento são de tamanhos ótimos. A autora e a editora estão de parabéns. Leitura super indicada!

6 comentários:

  1. E não é que essa maratona tá rendendo??!!!! Que bom!! Fico muito feliz!!

    Quanto ao livro, achei a capa linda, mas o gênero não faz meu estilho, mesmo assim achei a resenha suuuuper completa e gostosa de ler.

    Bjks sua linda!!

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lelê. Sim, graças, essa maratona tá rendendo muito! kkk :D :D O gênero também não faz meu estilo, mas mesmo assim me pegou de jeito. É um romance sem mimimi. Obrigada pela visita.

      Bjoks da Gica.

      Excluir
  2. Oii
    Ai esse ano não entrei em nenhuma maratona. Comecei Janeiro meio meh, dai não li quase nada.

    Achei esse livro interessante, fiquei mega curiosa sobre o cara ser parecido.
    Hum será que o acidente foi faixada?

    Seguindo aqui ♥

    bjs e tenha uma semana mágica *.*
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nana.
      Eu também não tenho costumes de entrar em maratona, mas achei essa bem legal e me incentiva a ler mais né!
      Ahhhh eu também pensei nisso Nana, mas para saber se foi faxada ou não só lendo né! kkkkk :D :D :D
      Obrigada pela visita.

      Bjoks da Gica.

      Excluir
  3. Oii Gi, amei a sua resenha e fiquei curiosa. Já estou eu aqui, bolando mil e uma teorias de pq o rosto dos rapazes é igual, kkk. Eu não curto muito livros em que um dos personagens morre logo no começo. Fico triste e sei lá, n confio mt no próximo amor que chega sabe? eu sou estranha, eu sei, hahah
    Mas por essa história fiquei curiosa :)
    Ah e corra postar todas essas resenhas, hahhaha
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gih.
      Que bom que gostou da resenha. :D Mesmo não você não gostando, aconselho a dar uma chance a obra. Eu não gosto de romances e esse me fez suspirar e cair de amores! É realmente uma obra muito boa.
      Gih você não é estranha de maneira nenhuma. Eu acredito que na vida real só se possa amar realmente a uma pessoa, mas nos romances as personagens podem tudo, o autor pode tudo! :D
      Estou correndo contra o tempo com as leituras e as resenhas, ainda mais agora que resolvi trocar os livros. Mas se não der tempo o importante é o tanto de leituras boas que eu fiz neste mês. Coração satisfeito! <3
      Obrigada pela visita.

      Bjoks da Gica.

      Excluir