27 de janeiro de 2015

Resenha #47 - O Trílio Dourado


Olá pessoal. Como estão? Espero que todos bem. Hoje trago para vocês a resenha de mais um livro da Maratona Literária #EuTôDeFérias. As leituras estão fluindo bem e acho que vou conseguir terminar a maratona, só não sei se dará tempo de postar todas as resenhas! :P :P Vamos a mais uma então!

Autora: Andre Norton
Páginas: 271
Editora: Rocco

Sinopse: A história das três irmãs gêmeas, princesas Haramis, Anigel e Kadiya, começou com O trílio negro. A saga continuou com Julian May em O trílio de sangue. Agora Andre Norton retoma a história quando a princesa Kadiya enfrenta um mal infinito de poder abominável que ameaça o reino de Ruwenda. Haramis, Anigel e Kadiya derrotaram o maligno feiticeiro Orogastus, unificaram os reinos de Ruwenda e Labornok e restauraram o precário equilíbrio num mundo dividido. Com sua espada mística trilobada, Kadiya viaja para os pântanos sufocantes de Ruwenda, buscando cumprir seu destino entre os seus habitantes, os oddlings, cujos exércitos havia liderado uma vez. Kadiya se aventura até a cidade perdida dos Desaparecidos e descobre uma estranha raça, que vive dentro dos muros proibidos. Criaturas minúsculas e inteligentes, conhecidas como hassittis, que esperam pacientemente, mas em vão, a volta dos Desaparecidos. Os hassittis conseguem ´captar sonhos´ de contecimentos e de lugares distantes, e suas visões trazem avisos vívidos e perturbadores sobre uma ameaça desconhecida, vinda das montanhas do oeste. Essa apreensão é logo confirmada por uma misteriosa praga, que se alastra a partir das montanhas ocidentais, uma doença mortal que deixa um rastro de destruição por onde passa. O Portador da doença maligna se aproxima dos domínios dos skriteks, os terríveis monstros sáurios que se alimentam da carne de criaturas vivas, inimigos dos oddlings e dos humanos, seres que cultivam um ódio implacável. Kadiya, acompanhada apenas de três oddlings, entra no Inferno Espinhoso, o reino pestilento dos skriteks, para enfrentar a origem da praga e descobrir um meio de derrotá-la. Lá se depara com um portal que conduz a um universo de escuridão aterradora, uma passagem fétida que ameaça a existência do mundo das Três Luas.

Troquei esse livro no skoob já faz um bom tempo e estava super encalhado. Até que li uma matéria feita com uma das autoras em que dizia que os livros eram histórias independentes e que poderiam ser lidos em qualquer ordem. Decidi então que essa seria a minha sexta leitura da Maratona Literária #EuTôDeFérias.

"Encontrou também o príncipe Antar, filho de Voltrick, incumbido de levá-la prisioneira, mas ele ficara tão revoltado com os abusos do pai e temeroso do poder crescente de Orogastus, que não cumpriu suas ordens, transformando-se no mais fiel defensor de Anigel." P. 12;

Eu já havia lido o Trílio de Sangue no ano passado e adorei a história. Quando soube que esse iria focar mais na história de Kadiya fiquei louca para devorá-lo, mas esperava que as outras personagens - Haramis e Anigel - participassem um pouco mais.

"Tinha apoiado sua lança com a ponta para baixo, como se faz quando há um ancião ou um capitão de clã por perto." P. 22;

Comparado com o outro este deixou muito a desejar. Não me entendam mal, eu gostei até de saber mais sobre a princesa guerreira, mesmo assim eu esperava mais. A história se resume de fato na eterna luta do bem contra o mal, os acontecimentos são muito rápidos e a autora acaba focando em coisas que não seriam tão relevantes para a história.

"Por sorte suas botas encharcadas não produziam nenhum som no calçamento, e ela continuou a utilizar a cautela do caçador e tudo que tinha aprendido com Jagun, mestre dessa arte." P. 35;

O livro é recheado de magia, mistério e suspense. Só acho que no final a história ficou ainda mais corrida, dando a impressão que o livro tinha páginas contadas.

"Eles admitiram que de certo modo Jagun era prisioneiro deles." P. 53;

A capa é simplesmente linda! As páginas são brancas e as letras e espaçamento são pequenos, dificultando a leitura. Apesar de dizer que as obras são títulos independentes, senti falta de alguns detalhes que não compreendi e que devem estar no primeiro livro da série.

"-Que tipo de mal está despertando? [...] É antigo e obscuro. Esteve muito tempo adormecido..." P. 72.
Ao final o livro conquistou três estrelinhas (descontei duas pela dificuldade na leitura e por não ser leitura independente como a autora havia citado!) no site do skoob. A leitura até que entretêm, mas sugiro que seja respeitada a sequência da série.

8 comentários:

  1. Olá tudo bem?
    Eu nunca ouvi falar desse livro, mas a história me deixou bastante interessada por conta da sua resenha que aliás está muito bem feita. Tenho que te dar os parabéns. Mas realmente não conheço a série.
    Espero poder conhecer =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/


    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil.

      Tudo ótimo e com você? Que bom que gostou da resenha. Tento fazer com o máximo de carinho para vocês. Espero que possa conhecer a série e se encante tanto com a leitura quanto eu. Obrigada pela visita.

      Bjoks da Gica.

      Excluir
  2. Oiie, tudo bom?
    À principio, pela sinopse do livro, achei-o uma fantasia bem interessante. Mas odeio leituras dificeis =/ E odeio ainda mais livros com página branca. E que pena que ele não era um livro independente.
    Um abraço
    Oficina do Leitor / Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daniel. Tudo ótimo e com você?

      Essa leitura foi recheada de "que pena" kkkkk, mas pelo menos serviu de base para a próxima. Então não foi de toda perdida. Vou guardar os livros para reler em ordem mais adiante! :D
      Obrigada pela visita.

      Bjoks da Gica.

      Excluir
  3. Oie Giane! ^^
    Lendo a sinopse parace ser um Livro bom, mas pela a sua resenha percebi que se tornou uma leitura cansativa ou melhor dizendo muito apressada, talvez eu tenha entendido errado! Mas foi a impressão que fiquei! Apesar disso daria uma chance!

    Beijoos e até logo! ^^
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda.

      O livro parece ser realmente bom e o é, mas a autora fez uma narrativa muito corrida e cheia de fatos, não aprofundando nenhum. A leitura foi realmente cansativa, pois as letras e a cor da folha não ajudaram muito. E a dor de cabeça que eu tinha quando acabei a leitura me acompanhou por horas intermináveis! kkkkk :P Dê uma chance sim, mas siga a ordem da série viu!
      Obrigada pela visita.

      Bjoks da Gica.

      Excluir
  4. Oi, Giane! Tudo bom???
    Eu não conhecia esse livro, acredita? Parece ser muito bom! Me interessei bastante. Assim que der, vou procurar mais sobre ele.

    Beijos,
    www.falandoemlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi. Tudo ótimo e com você?
      Normal não conhecer. Ele é mais velhinho, da década de 1990. :D Se chegar a ler quero muito saber sua opinião sobre o mesmo!
      Obrigada pela visita.

      Bjoks da Gica.

      Excluir