19 de fevereiro de 2015

Entrevista Com o Autor #2 - Abraham Kirquin

Olá pessoal, como estão? Espero que todos bem. Hoje estou aqui para trazer a segunda entrevista com autores parceiros e amigos. Dessa vez o convidado é o Abraham, autor do livro O Receptáculo de Téldrin. Vamos as perguntinhas!

Como e quando você começou a escrever?

Comecei a escrever em 2004, com papel e caneta, pois na época ainda não possuía computador.

Teve apoio de alguém? Quem?

Minha família e alguns poucos amigos.

Que autores você gosta de ler para se inspirar?

Entre os que mais me inspiram, estão: Bernard Cornwell e Patrick Rothfuss.

Como lhe ocorreu a escrita do seu livro? Fale um pouco sobre ele.

Quando criança passava horas, antes de dormir, criando histórias em minha cabeça, brincando com minha imaginação. Mas foi somente aos 16 anos, em uma época em que estava mais dedicado à leitura, que tive a idéia de colocar minha imaginação no papel. O Receptáculo de Téldrin passou por muitas mudanças até ser publicado. A maioria dos personagens, inclusive Croune, nem mesmo existiam na história. O livro somente tomou um rumo certo a partir do momento em que me dediquei a estudar, ler e escrever diariamente.

Você tinha em mente um tipo especifico de leitor enquanto escrevia?

Eu tinha em mente a criação de um livro que atraísse todos os públicos, que agradasse tanto adultos como crianças.

Você tem muitos projetos na cabeça? Quer falar sobre algum deles?

Futuramente, e espero que não demore muito, pretendo conseguir uma editora para publicar de forma física a trilogia.

Você muda detalhes e textos depois que o livro está pronto? Pede palpites de outras pessoas antes de publicar?

Antes de publicar, sim. Leio muitas e muitas vezes meu livro, até que todo ele esteja inteiramente do meu agrado. Não tenho pena de apagar tudo aquilo que, em minha opinião, não ficou bom, e refazer novamente. A opinião de outras pessoas é fundamental antes da publicação. Passei meu livro para alguns amigos lerem e isto me ajudou grandemente em detalhes fundamentais na história. 

Alguma dica para quem quer tentar escrever?

Leia muito e anote tudo o que achar interessante nos livros: frases, palavras, idéias, etc. Isto me ajudou muito. Não desista, mesmo que no início seus textos pareçam pobres. Trabalhe bastante a história em sua cabeça. Passe horas brincando com os personagens mentalmente, criando cenários e dando rumos diferentes à história e veja o que mais lhe agrada. Depois coloque tudo no papel e tente deixar atrativo ao leitor. Para escrever um livro é preciso ter imaginação e dedicação. Imaginação todos temos, só é preciso se dedicar muito.

E aí pessoal o que acharam da entrevista? Abraham desejo que você consiga uma editora ótima para publicar o seu livro e que eu possa o ter na minha estante! :D Não esqueçam de deixar seus comentários, vou adorar responder a todos.

Bjoks da Gica.

2 comentários:

  1. Oi, tudo joia?
    Que entrevista bacana, sempre gosto de entrevistar os parceiros do blog.
    Ficou ótimas suas perguntas

    Beijos
    intoxicadosporlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Joice. Tudo ótimo e com vc???

      Que bom que você gostou. Logo, logo tem com mais autores parceiros e amigos. Espero que você prestigie todas.
      Obrigada pela visita.

      Bjoks da Gica.

      Excluir